Para o Mestre dos filmes de terror, não ler é a morte!

Tempo de leitura: 8 minutos

É comum termos nossos medos. Enfrentá-los, porém, não é uma tarefa fácil! Será que ao assistirmos os filmes de terror, na realidade buscamos uma forma de enfrentar nossos medos?

Afinal, o medo quase sempre nos causa desconforto e insegurança a ponto de congelarmos e a única coisa que passa pela nossa mente é se afastar o mais rápido possível daquela situação.

Muitos desses medos são causados devido à traumas da infância, sustos, e até pesadelos marcantes com personagens de filmes de terror, já que praticamente todo mundo se ‘’borrou’’ de medo pelo menos uma vez na vida assistindo filmes ou lendo livros desse gênero, não é mesmo?

Você conhece Stephen King?

Mesmo que não tenha ouvido falar, com certeza um de seus vários personagens já assombrou seus sonhos ao menos uma vez.

Alguns dos seus livros parecem que foram escritos para tornarem-se filmes de terror

Stephen King é considerado um dos maiores escritores do mundo – por causa das adaptações do seus livros para o cinema, muitos o consideram também um  mestre dos filmes de terror.

Sua bibliografia impecável de livros de terror e de outros gêneros, já são considerados clássicos da literatura norte americana.

King começou a escrever ainda jovem sobre os mais diversos assuntos, porém foi apenas em 1971, após diversos esboços, que lançou sua primeira obra, Carrie – A estranha, que logo se tornou um fenômeno editorial e deu a King a chance de fazer da escrita seu ganha-pão.

Através da sua obra e escrita única, que nos envolve de pavor e suspense a cada página folheada e hoje está comprovado – até pelo número de fãs que possui – que contribuiu de fato para que muitos se tornassem leitores assíduos.

Muitos não sabem, no entanto, King não escreve apenas livros e contos de terror, o autor possui diversos títulos sobre os mais variados assuntos, que fogem de seu padrão habitual de escrita e apresentam uma outra faceta ao público interessado.     

Recentemente, pudemos comprovar a contribuição de outra autora famosa na questão do incentivo à leitura já a partir da juventude, e mais ainda na questão da perda do medo ao ver um livro volumoso – como é o caso da saga Harry Potter de J. K. Rowling.

Os livros de Stephen King não ficam nada atrás quando se trata de “grossura”, são verdadeiras bíblias que há muito tempo quebrantaram a procrastinação literária devido ao excelente conteúdo para os amantes do suspense e do terror. 

Com base nisso, resolvemos então, indicar 4 obras de King. Livros “volumosos” para desafiar o seu prazer pela leitura.

Esperamos, caso você goste desse gênero (e isso é importante para o prazer na leitura) que primeiro não se assuste e depois, pouco-a-pouco se deixe inserir no universo do autor e sinta a capacidade de se arrepiar de medo igualzinho na televisão e no cinema. 

São 4 livros considerados pontos altos de sua narrativa e fortes concorrentes ao título de seu melhor livro, que inclusive, me fizeram tremer na poltrona e dormir de luz acesa, como dizem.

Na verdade, não curto livros ou filmes de terror, mas sou apaixonado por essas experiências únicas que somente grandes ícones da literatura conseguem colocar no papel. Preparado?

Prepara-se para essa lista de livros do Stephen King, muitos são ícones dos filmes de terror. Pegue tudo o que tem que pegar e deixe ao seu lado, mantenha as luzes dos corredores acesa e o celular no modo avião (se ele tremer na hora errada você corre o risco de enfartar), pois depois não vai ter muita coragem para ir sozinho até a cozinha. Sei do que estou falando rs.

Desafio 1: Carrie – A estranha

Carrie – A estranha

Se vamos falar dos melhores livros do autor, por que não pegar logo o início de tudo?

O livro que se tornou um clássico dos filmes de terror, retrata a história de Carrie White, uma adolescente de Chamberlain, no Maine, que possui habilidades paranormais. Tendo crescido com uma mãe extremamente religiosa, Carrie esconde para si poderes de telecinese até que eventos traumáticos vividos por ela em seu ambiente escolar e familiar, fazem com que seja necessário o uso de seus dons ocultos para fins pessoais.

Tendo sido adaptado para o cinema e televisão em várias versões, o livro se tornou um marco do terror juvenil e traz reflexões a respeito das “brincadeiras” comuns em escolas e instituições de ensino com os alunos menos populares e desconexos – o chamado bullying – e o mal que tudo isso pode trazer.

Desafio 2: Sobre a escrita.

Uma das raras obras de não ficção do autor, o livro não é apenas um manual sobre como escrever, mas também um histórico de todo o perrengue que King passou até finalmente conseguir sobreviver apenas de seu trabalho como escritor.

Escrito durante um período de recuperação, após sofrer um grave acidente, o livro é obrigatório não apenas para aqueles que querem entender sobre o que se passa na cabeça de King, mas para qualquer um que precise trabalhar como escritor, roteirista, jornalista, redator, copywritter ou qualquer outra atividade onde a arte do desenvolvimento seja necessária. Imperdível para quem quer aprender com um dos maiores mestres da escrita.    

Desafio 3: Misery – Louca obsessão.

Uma das histórias mais macabras de Stephen exatamente por não envolver o sobrenatural, Misery retrata a história de Paul Sheldon, um famoso escritor que após sofrer um acidente durante uma viagem, é resgatado por uma enfermeira que coincidentemente é sua maior fã.

O desenrolar da história se dá através do fato de que Paul deixou de escrever uma série de livros após matar a personagem principal, deixando sua “fã número #1” extremamente nervosa com o fato, com isso, o autor que está debilitado devido ao acidente é mantido em cativeiro até que ele escreva um novo final do livro. Arrepiante, né? 

A obra é inspirada, inclusive, de uma maneira diferente. Trata-se de uma autorreflexão sobre seus fãs que criticaram o autor após ele escrever livros de outros temas sem ser o horror, o livro é considerado uma análise profunda e verdadeira a respeito do fanatismo, vindo dos fãs, e suas consequências.

Desafio 4: It – A coisa.

it a coisa

A obra mais famosa escrita por King, It é uma reflexão a respeito dos medos e traumas sofridos e vividos, e o quanto isso impacta a vida de uma pessoa para sempre.

O livro começa narrando a história de 7 crianças durante as férias escolares de 1958, em uma pacata cidadezinha do Maine, e como eles enfrentaram pela primeira vez A COISA, um ser sobrenatural que toma a forma do maior medo de suas vítimas a fim de torná-las suas presas.

Após esses primeiros acontecimentos, o livro tem um salto de quase trinta anos, onde os amigos voltam a se encontrar para unir forças na nova onda de terror que assombra o local. A “Coisa’’ voltou a atacar e eles devem cumprir uma antiga promessa que selaram com sangue, quando ainda eram crianças.

It VAI DAR UMA COISA EM VOCÊ, COM CERTEZA! É ler para crer.

Para King o maior prazer de sua vida é o poder de levar histórias às pessoas em todos os cantos do mundo, criando nelas o desafio de imaginar e vivenciar as mais diversas situações através da magia das letras.

Buscando sempre uma narrativa complexa, porém fácil de se aprofundar, o autor –  reconhecidíssimo em Hollywood e em toda a comunidade literária – conseguiu criar uma das primeiras legiões de fãs de um escritor na história contemporânea, desenvolvendo neles habilidades incríveis de leitura, afinal, ler mais de 1000 páginas perdendo o fôlego a cada minuto, não é para qualquer um. Eu, por exemplo, adorei a experiência de sentir medo de um livro. (rs)

Leia mais. A leitura é sua maior aliada contra o medo da falta de informação e conhecimento. Do pavor do desemprego e do terror da falta de oportunidades. Repare bem: a grande maioria das pessoas que você admira não tem medo de ler, leem muito. O fracasso é quem deve morrer de medo dos livros.

Livros: use sem medo ou moderação. Funciona como alho para repelir vampiros!

Quer se inspirar e começar a cultivar o hábito da leitura? Conheça um pouco dos segredos dessa atriz de Hollywood!

(Visited 263 times, 1 visits today)

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *